© 2019 KOMBI CLUBE do BRASIL. DIREITOS RESERVADOS E PROTEGIDOS NOS TERMOS DA LEI

a primeira série especial da kombi, que foi criada

para marcar a despedida do motor refrigerado a ar

kombi série prata

apresentamos aqui um trabalho histórico de resgate do modelo, que vai muito além de informar as características da série especial, realizado por andré chun, entusiasta e profundo conhecedor das séries especiais da kombi e do fusca. todos os dados aqui apresentados, assim como textos e fotos, é fruto do trabalho de sua pesquisa.

de antemão, deixamos nosso agradecimento ao andré chun por disponibilizar os dados da pesquisa realizada e todo o seu trabalho para publicarmos aqui no site. essa mesma pesquisa foi publicada no site autoentusiastas: www.autoentusiastas.com.br

Com a decisão de aposentar o famoso, bom e velho propulsor boxer arrefecido a ar no planeta no final do ano de 2005 (o Fusca mexicano saiu de cena em 2003-mas o motor era brasileiro),devido as novas normas de emissão de poluentes, na qual o motor boxer a ar não era capaz de atender a essa nova norma,  a Volkswagen do Brasil decide fazer uma série especial de Kombis para comemorar tao importante evento. É bem verdade que figuras importantes como o Sr. Alexander Gromow deram esse empurrãozinho para uma despedida decente desse motor. O número de 200 kombis havia sido estabelecido e por ser um número pequeno, supunha-se que amantes do tradicional veículo iriam adquiri-las em suas coleções.

Lembrando que o propulsor original alemão idealizado ainda na década de 30, já tinha sido sofrido bastante modificações e era bastante diferente desses que vieram a ser os últimos montados no planeta, que já tinham injeção eletrônica multiponto para alimentar o motor de 1,6 litros, com sistema de catalisador,  oferecidos nas versões álcool e gasolina.

As Série Prata externamente vieram todas elas pintadas na cor Prata Light Metálico. Para-choques e aros de faróis eram pintados na cor Cinza Cross. Ainda externamente as setas eram transparentes e as lanternas traseiras fumês, os vidros eram verdes, com para-brisa degradê e um adesivo com os dizeres “Kombi Serie Prata” na tampa do porta malas indicava a série especial. Um detalhe que pouca gente se atenta é que a janela traseira do lado do motorista é de correr (tal qual a Kombi Carat, produzida entre 97 e 99).

kombi série prata do acervo da vw do brasil                          Kombi série prata de um colecionador

logotipo da série comemorativa afixado na tampa traseira

Internamente a padronagem dos bancos era diferenciada, possuia desembaçador no vidro traseiro e ainda uma identificação “Kombi Serie Prata” no painel.

padronagem dos bancos diferenciada

painel com o logo da série do lado direito do velocímetro

Aqui abaixo, o famoso e saudoso motor Boxer de 1584cm3 e 61cv que foi o responsável pela Série:

agora, Muita gente conhece esses detalhes acima mencionados e o diferencial é que passados mais de 13 anos da produção dessas 200 kombis, decidimos saber onde estão, como são usadas e qual o estado de conservação delas.

                                                          Pesquisas: método

Depois de quase 5 anos de pesquisas, conseguimos cerca de 90 delas, usando sempre os anúncios de sites de venda como: Webmotors, Reginaldo de Campinas, Mercado Livre, OLX, além de fotos no facebook, reportagens digitalizadas, indicação de amigos e grupos de whatsapp. Sem a ajuda virtual, iria ser impossível chegar nesse estudo.

Com essas 90 Série prata, comecei a descobrir algumas coisas, como o espaçamento dos chassis indicando que essas 200 kombis não foram feitas de uma só vez, pois a diferença entre o menor e o maior chassis que consegui catalogar era de mais de 3000, ou seja, as Kombis Série Prata seguramente não são  exatamente os últimos 200 veículos VWs refrigeradas a ar do planeta. Nesse momento, foi possível perceber também que a maioria delas acabaram não tendo fins colecionáveis e foram utilizadas na labuta como uma outra kombi qualquer e talvez por isso, na Kombi edição 50 anos apenas 50 Kombis foram disponibilizadas para os colecionadores (escreverei sobre elas em breve).

A última Kombi que eu tinha catalogado era o chassis aproximado 5800 e (tirando a pioneira 2476) o chassis mais baixo era o 3400. Embora não tivesse a totalidade delas, o fato de ter 90 das 200 serie pratas catalogadas nesse momento me dava uma boa percepção de onde poderiam estar os demais chassis. Pude observar naquele momento uma concentração muito forte no intervalo de chassis dos 3600 a 5300. Chassis abaixo de 3600 e acima de 5300, tinham uma incidência mais espaçada de Kombi Série Prata.

Nesse meio tempo, falando com amigos que participaram na linha de produção, eles me deram a dica importante dizendo que sempre pegavam três ou quatro chassis de kombi próximos a cada intervalo de 50 kombis, para trabalharem no acabamento Série Prata. Quando se faz um carro atípico e em baixo numero na montadora, a linha de produção não recebe preparação especial e o tempo requerido para a confecção do mesmo é muito maior.  Essa dica, me fez montar uma logica provável dos chassis que iriam me auxiliar na busca das demais Kombis que me faltavam. Cada chassi que eu tinha catalogado, levantei informações de 10 chassis acima e 10 abaixo.

 

Estratégia feita com muitos chassis em mãos fui recorrendo a sites que te retornavam o modelo do carro a partir do numero do chassis (hoje, todos os sites que conheço, fecharam ou limitaram esse servico)  e acabei achando cerca de 80 delas. Posteriormente a essas descobertas ainda vir a encontrar mais 10 delas e nessa ocasião minha base de dados passou a ter 183 Kombis Serie Prata, que continham informações de placa e combustível apenas. Esse número é exatamente o que o Denatran possui reportado em sua base de dados.

Já com uma base mais robusta (183 de 200 corresponde a mais de 91% do total delas), me intrigava em saber onde estavam as restantes 17 e para minha surpresa, vim a saber por um amigo alemão chamado Gunther Gunkel (participante do nosso grupo de Kombis T2 do WhatsApp) que havia um senhor chamado Thomas Küster que havia importado algumas kombis SP para a Alemanha. Ele me passou o contacto do facebook.

foto do perfil do facebook da época do sr. küster

Entrando em contacto com o Sr Küster,  ele me disse que em 2005, ele levou para a alemanha, 75 Kombis , entre as quais 10 Serie Prata:

mensagem do sr. Küster, enviada pelo whatsapp, onde ele confirma a compra das kombis.

O Sr Küster me disse que a VW Alemanha optou em não trazer as Kombis, porque do contrário, teria que oferecer peças e serviços aos clientes e economicamente isso não era viável para um número tão baixo de veículos. Diante desse fato, ele decidiu trazer essas Kombis entre 2005 e 2006 para vender no mercado alemão como um importador independente.  Na época, vendia as Kombis a 18 mil euros.

         

            Abaixo, Algumas Série prata que foram para a Alemanha através do Sr. Küster:

O curioso de tudo é que a própria VW Alemanha adquiriu uma das Kombis que ele levou.

kombi standard 2005/2006 do acervo da vw alemã

Bom, nessa altura das pesquisas já sabiámos de 193 delas (183 no Brasil e 10 na Alemanha) e nessa etapa não consegui informações adicionais relevantes. As últimas 7 que não consegui encontrar, presumo que estejam na Inglaterra, pois uma empresa que transforma Kombis do Brasil para Kombi Camping usaram algumas Série Prata. Nao sei precisar se foram mais de uma ou as 7.

Kombi série prata okm na concessionária, foto da época

Em tempo, as informações desses veículos exportados não foram encontrados por mim na base do Denatran.

Com esses números de chassis nas mãos, através de pesquisas pagas, consegui mais detalhes desses carros que me permitiram chegar nos donos ou ainda ter informações sobre a cor atual, se foi transformada a GNV, se foi baixada, se era táxi, lotação, uso oficial, de empresa, etc... . Não consegui conversar com todos os proprietários, mas sempre que tinha um tempinho, conseguia o telefone ou a página do facebook de um ou outro e aproveitava para conseguir mais informações que pudessem enriquecer nossas pesquisas.

onde estão as 183 kombis série prata que estão no brasil?
A tabela abaixo mostra as 183 Kombis Serie Prata nos respectivos estados que se encontram emplacadas:

A pioneira das Kombis Série Prata

Para entender um pouco da investigação, na maioria dos casos eu achava as serie pratas entre o chassis 3600 e 5200, mas teve uma Kombi que me intrigou muito e que veio a confirmar como o chassi mais baixo produzido. Nessas pesquisas, cada  pequeno detalhe conta e esse é um exemplo bastante curioso de como conseguir a achar a 1ª das kombis SP montada. A VW disponibilizou para as publicações impressas da época uma Kombi para fazer reportagens:

fotos de divulgação da volkswagen referente ao lançamento da kombi série prata

Tenho costume de anotar tudo e ao ver essa foto aqui (foto abaixo) na revista foi possível chegar no numero do motor (125304):

foto de divulgação da volkswagen do motor da kombi série prata
Eu acreditava que essa Kombi Serie Prata tinha ido ao acervo da VW em
São Bernardo do Campo:
kombi série prata do acervo da vw do brasil
Mas ao ver um anúncio de uma Kombi Série Prata no Mercado Livre ainda em 2016,
o vendedor me mandou mais fotos, incluindo do motor e, BINGO! era exatamente
o mesmo número de motor da Kombi que saiu nas revistas da época:
fotos enviadas pelo vendedor da kombi série prata, número do motor é o mesmo da kombi usada pela vw para divulgação
Logo, essa Kombi não é a do acervo da VW e vendo os documentos dela, ela também foi propriedade da VW do Brasil, que nesse caso, a usava para fazer serviços internos e entrega de peças. Foi adquirida por um funcionário em um leilão interno e depois foi parar nas mãos de um senhor (amigo do funcionário da VW que tirou ela do leilão) que fazia transporte e que ficou com ela até os 350 mil km rodados (ele não fez questão de esconder a KM). O impressionante de tudo é que mesmo após 350 mil km, o bloco era exatamente o mesmo que saiu da fábrica e o motor rodava no GNV a centenas de milhares de quilômetros (ao menos o ultimo proprietário disse que não tinha feito retífica no motor). Demonstrei real interesse em comprar essa Kombi e o proprietário acabou me mostrando muitos mais detalhes, entre as quais, a data de fabricação da carroceria que a era do dia 23 de setembro de 2005, que já era um forte indício de que de fato, poderia ser a 1ª Série Prata produzida e que já quebrava a teoria de que todas foram montadas em Dezembro de 2005.
a minha kombi série prata
como o Vendedor da série prata chassis 2476 (a primeira) acabou por desistir da venda naquele momento e assim sendo, comprei a Serie Prata 5442 que serviu de laboratório para minhas pesquisas:
kombi série prata adquirida pelo andré chun, autor da pesquisa
Análise/curiosidades:

Dessas 183 que estão presentes no Brasil, 8 foram roubadas/baixadas, número baixo quando comparado aos fuscas série ouro* por exemplo.

*(série que marcou o encerramento da produção do fusca em 1996)

Duas delas não foram licenciadas, uma possivelmente é a da VW do Brasil e outra está ainda na nota fiscal.

Sempre fiquei curioso em saber se houveram Kombis Série Prata movidas a álcool, pois quando pesquisei os Fuscas Série Ouro, fiquei surpreso em encontrar 5 deles originais de fábrica movidos com esse combustível. Nesse caso a surpresa não apareceu e as 183 são movidas a Gasolina.

Olhando meu manual e documento, a minha Kombi chassi 5442 só saiu da concessionária em Maio de 2006. O ex-proprietário comprou a Kombi para viajar com a família de 4 filhos para a chácara no interior do Espírito Santo, ou seja, comprou-a sem fins colecionáveis. Seguindo no tema, acabei por conhecer o Sr Oscar Hashimoto, que é o único proprietário da Kombi chassi 4359 e a dele foi retirada no dia 26/05/2006, ou seja, também 5 meses depois de produzida, inidcando que elas ficaram “encalhadas” um tempo e acabaram indo para mãos de pessoas que compraram para usá-la no dia a dia. O Curioso que minha Kombi 5442 e a dele 4359 vieram a sair da mesma concessionária e o Sr Oscar me disse que na época, ao pegar a Kombi dele, tinha mais uma Série Prata na Vitoriawagen a venda, Possivelmente a minha.

As Kombis Série Prata em uso
Um dos exemplos de Kombi série prata usada para o dia a dia, é a do chassi 3533 retirado ainda em novembro de 2005 (mais um exemplo de Kombi produzida antes de dezembro de 2005) pelo Sr Mario Nakui para auxiliá-lo a levar verduras de sua fazenda Bio para os mercados da regiao de Curitiba. Essa tarefa o Sr Mario desempenha até a presente data e ele segue feliz com a sua invendável Kombi companheira de 150 mil km:
kombi série prata chassi 3533 em uso

Pesquiso outros carros da linha VW a ar e a concentração de todos eles é sempre bem maior no estado de SP, seguido de longe por MG, PR, RS e RJ (quase sempre nessa ordem), mas no caso das Kombis Serie Prata a distribuição por estado me causou surpresa em saber que a maioria delas estão no estado do RJ (45), com placas originais do RJ e só em segundo lugar aparece SP. Na verdade, se somarmos as kombis SP com primeiro emplacamento no RJ, totalizam 50 delas. Investigando a fundo a razão, pude constatar que a maioria delas foram adquiridas por frotistas e serviram de lotação. Um índice interessante é que das 50 Kombis emplacadas no Rio de Janeiro, apenas 10 estão a gasolina e 40 no GNV indicando claramente que elas foram utilizadas no transporte, afinal ninguém coloca um kit desses para andar 5 mil km por ano.

O fato dessas Kombis pararem nas mãos dos frotistas, é mais um sinal claro de que essas 200 Kombis não atraíram os colecionadores como se esperava e em mais de 70% dos casos foram para empresas ou pessoas que iriam utilizar ela da mesma maneira que uma Kombi normal. Alguns exemplos das Kombis do RJ:

Chassi 4422:
Chassi 5141:
Ainda no RJ, algumas foram pintadas de outras cores, como branco, amarela ou cinza como o exemplo abaixo:
kombi série prata que foi repintada na cor cinza, no estado do rj
O estado de Pernambuco acaba surpreendendo com o 3º lugar na lista, e
a exmplo do RJ, muitas delas foram para o serviço como os chassis 3678 e 5614:
chassis 3678
chassis 5614

Algumas prefeituras como por exemplo, da cidades de Albertina-MG, Caculé-BA, Nazaré Paulista, Macaúbas e outras, também adquiriram Kombis Série Prata, são únicas proprietárias e mantém elas trabalhando até o dias de hoje. O chassi 5595 da prefeitura de Caculé é um exemplo:

Série Prata 5595 da Prefeitura de Caculé

Um dos proprietários ilustres de uma Kombi SP é associação Carnavalesca Olodum, que é a única dona do chassis 4191

Algumas série prata foram utilizadas para levar a criançada na escola, como a de chassis 4192:

Série Prata 4192 usada como veículo escolar

Três série prata que levantamos, estão (ou estiveram) a serviço de cadeirantes. são os Chassis 5686,4360 e 5580. As duas primeiras estão curiosamente em brasília:

Série Prata 5686, de brasília 

Série Prata 4360, também de brasília

Série Prata 5580.

                                                   Customizadas:

Até o presente momento, não são muitas as Kombis SP customizadas. O Amigo Edson C. Acabou fazendo um projeto para a Chassis 5152, após resgatar uma Kombi SP em Manaus, utilizada para obras e que havia sido adquirida num leilão. A Kombi já não tinha os bancos originais. Essa Kombi é muito fotografada nos eventos e circula em muitos grupos de whatsapp, Uma verdadeira atracão!

Série Prata customizada chassi 5152 e seu reboque estilizado.

Outra Kombi SP customizada pertence ao Andre M.. Foi necessária uma restauração, porque a mesma era uma das utilizadas no dia-a-dia. Logo abaixo a chassis 3980 com a 5152:

Série Prata 5152 (a da frente) e a chassi 3980 (a de trás).

kombis série prata com baixa km

Converso com muitos colecionadores e boa parte deles gostam de ter carros poucos rodados em sua garagem, quando possível. Para colecionadores com essa filosofia, a notícia não é das melhores, pois não existem 30 kombis série prata nessas condições de KM menor do que 10 mil km (o número é mais perto de 25 infelizmente). Uma minoria que compraram essas Kombis, guardaram e conservaram elas em estado impecável, mas como mostramos acima, a maior parte delas tiveram uma vida não diferente das kombis brancas standard.

Nosso amigo Murilo C. no estado do Pernambuco retirou a Kombi Chassi 5165 e a mantem até hoje. Sao apenas 13 km rodados:

Série Prata chassi 5165 com incríveis 13 km rodados

abaixo, uma sequência de Kombis série prata em excepcional estado de conservação:

Série Prata chassi 4577 com 5200km

Série Prata chassi 5278 do amigo alexandre

Série Prata chassi 4645 

Série Prata chassi 5065 que está no site do reginaldo de campinas

Série Prata chassi 4076

A ultima Serie Prata montada

A última das Kombis Série Prata pertence a uma empresa de tecelagem do estado de São Paulo que muito cordialmente me atendeu. Ela foi retirada ainda em Janeiro de 2006 e segue trabalhando até hoje em entregas. Sim, ela é único dono até hoje! Consegui falar com a empresa, que até o momento não me mandou fotos da mesma. Curiosamente, as 6 ultimas ou pertecem a empresas, ou possui GNV ou estão cadastradas como Kombi Aluguel.

Em todo o caso, o chassi 5816 é a 4ª última Serie Prata produzida e esta na labuta, como vemos nas fotos abaixo:

Série Prata chassi 5816 a 4ª última produzida

interior da Série Prata 5816 não nega que o seu uso é para o trabalho duro

restauração e preservação

Pensando em conservar a história das 175 Kombis Série Prata rodando no Brasil, ficamos na torcida que os proprietários ou quem vier a adquirir essas Kombis, possam restaurá-las pois indubitavelmente se trata de um carro muito emblemático na história da VW do Brasil e do Mundo. Como mostramos aqui nesse documento, elas estão lutando pela sobrevivência e seguindo nesse ritmo, em 2035, ano que poderao tirar a placa preta, não restarão muitas para contarem história.